Rascunhos do Festival Iguassu de Comunicação – FIC 2015

ficO Festival Iguassu de Comunicação foi tão legal e teve tanta gente boa repassando conhecimentos e insights interessantes que ficaria difícil fazer um contexto com toda a inspiração adquirida nos dias 17 e 18 de Abril em Foz do Iguaçu. Para tanto resolvi fazer isso de uma forma diferente; traduzindo em texto os rascunhos de cada conversa que escutei por lá, então abra a sua mente e faça as suas próprias conexões e comunicações no resultado.

COMEÇA O RASCUNHO

Procura-se viajados (pessoas que tenha experiência de vida)

Conexão → Comunidade → Conectada

→ Intuição

Três passos da Verdade 

ᐔ Ridicularizada

ᐔ Negada

ᐔ Aceita

Problema: Não pense no problema

Pense na essência do problema

Não pode ser resolvido com a mesma mente.

EINSTEIN TAMBÉM ERROU!

Errar é bom.

e

x

e

c        ⇔  Finalização!!!

u

ç

ã

o

Viva o trabalho e Viva a sua Vida tudo junto e separado

↳ Confiança ⇶  (Reputação)

A Era é do consumidor

Consumidor agora tem experiência

mantra de sempre: VALOR VALOR VALOR

Compra é Experiência

Foco no cliente ⇨ Foco na audiência

A Intuição VENCE o medo ⇨ Diferença faz Diferença

☠ ☠ ☠ CUIDADO ☠ ☠☠

Falar uma coisa e fazer/ser outra

Baixar Custos – Integração de ferramentas digitais em todo o tipo de produção

PRA SEMPRE: Valor nas pessoas

Compartilhar bens e serviços – Experiência de produto – Fazer a vida das pessoas mais fácil

Falar no emocional <3

NOT FAKE

Ajudar alguém – Mostrar a verdade – Ensinar

Fazer Conexões e ser coerente.

Manter conceitos alinhados na comunicação.

Liberdade é responsabilidade ☛ a carga é maior

☢ Não interrompa o Workflow ☢  Poder de fazer a síntese das coisas e processos

Criar novas sinapses ➪ Comprometimento ➪ Performance ➪ Fazer

Mercado Local ➪ Integração. Rentabilizar produtos, trazer resultados. Educar o cliente e se educar também.

FIM

Bem essas foram as ideias em torno desse evento tão bacana como foi o Festival Iguassu de Comunicação. Quem me inspirou esses insights foram nas palestras:

  • Roberto Sá Filho
  • Marcos Franco
  • Rafael Ramires
  • Flavia Viana
  • Diogo Souto
  • André Oberg
  • Henrique Faria
  • Rodrigo Marques
  • Néve Gois
  • Fabiana Comunello
IMG_20150420_122140

Ideias e rascunhos das palestras repassadas pro texto

Responsáveis pelo evento: Núcleo Setorial de Comunicação de Foz do Iguaçu. Programa Empreender Competitivo da ACIFI de Foz do Iguaçu

Meditação e Yoga para trabalhadores da comunicação e tecnologia

meditação e yoga para trabalhadores comunicação e tecnologiaSeria clichê começar o texto falando em como o mundo está repleto de distrações e gigas de informações disparadas para nos ter em atenção contínua para determinados assuntos ou produtos, mas é impossível não frisar o quanto a nossa mente está sujeita e sobrecarregada de tanto estímulo visual, auditivo e sensorial. Eu me coloco nessa posição, pois boa parte do meu trabalho na WPFoz, Fio do Bigode e também no Facebook me estimula a se manter conectado e concentrado em assuntos, memes e notícias; isso sem contar com a parte produtiva que seria o desenvolvimento através dos programas e plataformas, mas eu; cidadão comum, me agrego nessa correria informatizada, assim como boa parte dos leitores daqui que também precisam estar focados em várias coisas em nível familiar, sociedade e no trabalho.

Meditação na Agitação, ansiedade e compulsão por informação.

Mas dizer que também não existe um prazer no consumo de informações no feed, saber dos memes, aprender novas tecnologias seria omitir algo que já está comprovado; de acordo com estudos da Freie Universität (Berlin, Alemanha) as curtidas no Facebook podem ter o mesmo efeito que as drogas no sentido do prazer e vício.  Portanto temos que saber dosar toda essa sobrecarga num sentido mais amplo pra não perder o controle e também criar um hábito de analisar quais informações podem ser consideradas importantes ou não, afinal como disse Eça de Queiroz:

Valores que definem o que “quero” e “posso”. Devo, porque nem tudo que eu quero eu posso, nem tudo que eu posso eu devo e nem tudo que eu devo eu quero.

Então temos que contornar essa sobrecarga com outro tipo de estímulo, que na verdade seria exatamente o oposto: o Não-estímulo. Seria pretensão da minha parte tentar dizer que é meditação, mas na minha concepção, seria algo do tipo, a arte de ficar quieto. É uma afirmação simplista, afinal meditar é uma coisa simples e também complexa, mas que depende apenas da sua concepção pessoal, portanto de difícil definição, mas certamente haverá muito ganho em detrimento ao excesso de informação para quem trabalha na área de tecnologia e informação

Benefícios e técnicas através da Yoga e Meditação

Nesses poucos tempos em que venho praticando a Yoga e Meditação, tive a oportunidade de analisar o que seria o ‘sagrado’ em torno deste assunto. Há pouco tempo atrás não tinha ideia do que era Yoga e Meditação, a não ser através do Google, ou seja, informação é o que não falta, agora o que precisava ser feito seria exatamente o processo: A disciplina da prática.

Como todo processo que fazemos e na Meditação e Yoga não seriam diferentes a premissa é a disciplina. Pois, diferente de muitos outros esportes e manifestações do corpo, o movimento de meditação e a prática do Yoga depende apenas de um espaço limitado onde caiba o seu corpo, sem aparelhos e quinquilharias para a prática, apenas a sua cabeça, disposição e corpo, mas é sempre recomendável estar confortável no ambiente para sentir os benefícios intensos.

Já a meditação exige um desligamento cerebral, um silenciamento forçado da mente, quase uma obrigação. É como você estivesse na academia puxando peso, só que com a sua cabeça e pensamento. Isso acontece porque estamos atordoados de conceitos, ideias, julgamentos, cobranças, críticas e outras séries de manifestações mentais que nos obrigam a se manter com o cérebro hiper vigilante. Com a meditação somos obrigados a nos silenciar e manter uma postura contemplativa de todos esses estímulos e de como você lida com eles, sim, os problemas e as cobranças ainda estarão lá depois da meditação, mas com esse pequeno desligamento de excesso, irá te auxiliar a lidar com mais clareza e serenidade diante dos desafios e informações impostas.

Com a Yoga, ela ultrapassa apenas aquela ideia de fazer posições difíceis com o seu corpo e fazer o mantra ‘Ommm’ ela te faz assumir a inteligência completa do seu corpo, entender desde o funcionamento de um pequeno músculo no seu pé, assim como uma postura inteira do seu corpo. É incrível como podemos dar tanta atenção pra várias coisas e não conseguirmos nos ater ao funcionamento correto do nosso corpo, portanto com o Yoga começamos a criar essa atenção para as coisas certas da vida, que seriam o bem estar e o bom funcionamento do corpo através dos asanas (posições do Yoga)

E antes que você ache que esteja, velho, acima do peso, machucado para a prática, veja o exemplo desse ex-soldado paraquedista que tinha vários problemas de saúde e postura.

Resumo da história: Para todos a prática da meditação e o Yoga só traz benefícios e exige de você uma postura de entrega e disciplina para se ater aos bons hábitos, mas em especial para quem trabalha na área de tecnologia e comunicação e precisa lidar com muitas coisas, as práticas se transformam em um trunfo para poder se manter em sanidade, clareza e disposição, recomendo!

Para quem deseja mais informações: http://www.yogajournal.com.br/ http://www.iyengar.com.br/   

Como lidar com tantos canais de comunicação do dia a dia?

comunicação4Pense no seguinte cenário; segunda-feira pela manhã e depois do final de semana, você abre a sua caixa de e-mail (isso se tiver apenas uma conta), com isso você já terá muita comunicação pra responder. Agora; se você for uma pessoa que além da conta pessoal, ainda tenha outras caixas de e-comunicação3mails para conferir, haverá muita mais informação para se consumir,  só que antes de checar o seu e-mail, comunicação2ao acordar você provavelmente já deu uma breve olhada no seu Facebook ou Whatsapp aonde estão os contatos mais próximos ou grupos criados para alguma atenção.

Rotina de checagem diária de informação digital

Neste panorama é certo que você já deve ter lido muita coisa pela manhã, e escutado também. (por acaso escuta-se na leitura?)  Então gostaria de deixar claro até onde podemos chegar e o que poderia se tornar toda essa informação, não é intenção criar uma tendência, apesar de estar um pouco inspirado pelo o guia do caçador de tendências – Como identificar as forças invisíveis que moldam os negócios, a sociedade e a vida creio que a comunicação de hoje

comunicação5evoluiu tanto que até os consumidores da tecnologia estão um pouco perdidos no meio de tanto canais para se conversar e estar presente, portanto vou listar basicamente quais os contatos que uma pessoa com smartphone  deve ter para se comunicar:

  • Comunicação verbal
  • Telefone Fixo
  • Telefone Celular
  • SMS
  • E-mail
  • Facebook Messenger
  • Whatsapp
  • Hangout
  • Skype
  • Telegram
  • Viber
  • Outras redes sociais

Muitos canais para se falar e escutar.

Diante de tudo isso, além da alta utilização deste tipo de comunicação apenas com o intuito para a vida social, neste novo mercado em que estamos utiliza-se desses canais para se fazer negócios e conversas no trabalho. Com isso cria-se uma necessidade das pessoas saberem como lidar com tanto canal para se falar e responder. Muitas pessoas veem como desnecessário tanto tipo de comunicação, mas o certo é que sempre haverá alguém a ser respondido ou que deixará de falar com você devido a falta de comunicação naquele canal que todos estão usando.comunicação7

A nossa geração está passando por uma transformação comunicativa em vários aspectos, como havia dito em sobre quebrar os paradigmas de tempo e espaço da internet ainda sentimos uma grande dificuldade em lidar com toda essas novas possibilidades que ela nos trouxe, o que pode até gerar frustração em algumas pessoas. Ainda não podemos afirmar qual é a razão para tudo isso e qual a melhor maneira de encaixar o seu perfil nos tipos de contatos que você ou sua empresa deve ter, mas é certo que precisa ser testado a maioria para analisar qual funciona melhor no seu caso. Alguns canais como o Whatsapp é fundamental para os negócios e comunicação pessoal, lembrando que só o fato de possuir um smartphone já habilita uma imensa quantidade de canais de comunicação em sua vida.

Onde vamos chegar com tanto lugar pra se falar?

comunicação6

Vamos chegar em um dia em  que toda essa comunicação poderá ser mais natural, nosso cérebro e sentidos estão caminhando para isso, nesta habilidade de consumir mais informações que tínhamos no século passado. O celular ainda é apenas uma forma física de conseguirmos nos conectar humanamente após a comunicação física e verbal, com isso as próximas gerações estarão mais habilitadas para comandar esses canais e ter um fluxo mais adaptado e efetivo em suas vidas, agora no presente, resta à você e a usa empresa buscarem maneiras criativas de se ter um controle maior dos canais e assim conseguir se corresponder corretamente com família, amigos e clientes. Existem empresas e profissionais da nova geração que estão dispostos em auxiliar e reunir todos esses métodos para achar a a melhor maneira de continuar a serem ouvidos nesse meio de tanta comunicação que compartilhamos nos celulares e redes sociais todos os dias.

O gerenciamento e a escolha dos melhores aplicativos para conversas vai depender do que as pessoas estão utilizando, a primeira regra é lembrar que nem tudo funciona igual para todos, ou seja, haverá sempre alguém mais disposto e com habilidade para ‘domar’ os principais programas de comunicação (contrate essa pessoa!) , assim como terá pessoas que vão escolher apenas um canal para afunilar seus contatos (o que está certo também), de qualquer forma é preciso deixar bem claro para as pessoas e negócios qual é o tipo de comunicação que você usa para que os outros saibam aonde te encontrar.

A habilidade de ter controle desses canais será cada vez mais precisa num mundo onde todos estão conectados. Se você tem dificuldade em lidar com tantos canais, escolha poucos e vá adicionando os que te trazem mais conforto, já os aplicativos que são poucos usados no seu dia a dia devem ser deixados de lado para dar atenção ao que se usa no momento, fazendo sempre essa escolha e analisando qual está sendo maior utilizado, um exemplo foi deixar de utilizar o msn messenger e ficar mais ligado ao WhatsApp, tenha sempre essa tendência na mente e saiba o que funciona melhor para você e caso nada dê certo desligue o celular e vá dar uma caminhada, depois responda! =)

 

O monstro do Feed

monstro do feedEstamos vivendo em tempos de opiniões marcantes desfilando diante de nossos olhos, essas por vezes nos provocando sensações através de palavras que saltam de telas reluzentes. Algumas podem ser legais ou depressivas; e também existem as postagens que provocarão nada menos que apatia.

Algumas vezes sentimos que estamos no controle diante de um post e no outro abaixo já estamos perdidos, afinal precisamos dar a nossa opinião para quase tudo. Mas quando não fazemos isso, temos a sensação de levar aquilo para dentro de nós mesmos e isso certamente será extravasado em conversas aleatórias vindo à tona o sentimento postado. Afinal pense comigo, temos até sugestões de postar carinhas com o que  ‘estamos sentindo’, não é?  ͡( ͡° ͜ʖ ͡°)

Nesse entremeio de opiniões, imagens, selfies e vídeos parece que existe um monstro que vem engolindo todas as expressões, enchendo cada vez mais a sua barriga com palavras, citações e opiniões. Acrescenta-se a possibilidade de compartilhar infinitamente o que já se foi opinado, então entramos em um overloop de informações.

Esse monstro que fica ao final do feed, ironicamente se alimentando do óbvio e da necessidade(?) de novidades e anseios expostos. Como já é conhecido, são poucos os que produzem alimentos para serem consumidos e nas redes sociais e internet não seria diferente, diante de olhos que ora acusa ou curte ver esse monstro do feed se alimentando da produção.

**Recomendação de vídeo e som para leitura por conta da casa.

Pessoas, empresas e associações exigem virais, likes e shares para provar a sua relevância em torno de seguidores, lembrando literalmente o que um seguido deve fazer não importando os meios, seja através de gatinhos ou de vídeos que causam a repulsa o importante é share. De certa forma a popularização e a barriga cheinha desse monstro do Feed para alguns possui retorno benéfico em curto prazo,  mas por outro lado algumas produções tendem a sofrer baixas, veja que várias indústrias necessitam alimentar esse monstro, é o caso da música que precisa estar ser composta, criada e gravada para que seja consumida nesse feed mudando toda a cadeia de vendas de discos. O mesmo se vale para empresas que estão dispostas alocar recursos para o monstro, recomendo esse texto (inglês) que se fala justamente na criação em torno de conteúdos originais estão sendo se perdendo no meio de shares indiscriminados e dos alimentadores do monstro, causando frustração que muitos não sabem explicar como está se dando e fazendo que  empresas e pessoas resolvam dar um tempo nisso tudo.

Então caro monstro do feed, se fosse pra te dar um conselho é que talvez você precise de uma dieta e alimentação balanceada. 

A exposição de nosso cotidiano no celular

Vivemos um tempo de exposição em massa, queremos likes, compartilhamentos e contar as nossas histórias para todos.Com o celular agora é possível em tempo real denunciar, pedir e ter um feedback instantâneo que muitas vezes podem se tornar um vício, um exemplo é o desse vídeo onde a garota utiliza seu smartphone para relatar tudo o que ela faz, isso nos faz pensar e filosofar até em que ponto vale a exposição do nosso cotidiano. Confere o vídeo:

Mudança de tempo e espaço na internet

espaço - internet

Vivemos em um mundo cada vez mais conectado, hoje pessoas das mais variadas idades e gerações experimentam a tecnologia de uma maneira mais aprofundada. As crianças já nascem com a capacidade de usufruir informações que antes seriam possíveis apenas com uma grande pesquisa em bibliotecas, ou seja, a informação hoje está acessível de tal forma que não é necessário abrir livros ou pesquisar  enciclopédias para encontrar o que se precisa, basta usar o Google. (*mas, livros continuam sendo úteis.)

Mudança de interações e paradigmas

Com tanta tecnologia avançada em tão pouco tempo a raça humana está experimentando uma mudança grande de paradigmas de tempo e espaço. É possível marcar reuniões com pessoas em lugares distintos, avisar sobre uma notícia em tempo real para seguidores, família ou amigos. Estamos agregando novos conceitos sobre noção e tempo no espaço, mas alguns obviamente ainda sentem-se confusos com todas essas mudanças que estão ocorrendo nas comunicações humanas e digitais, diferenciando como desejamos nos comunicar com o próximo em tempos digitais.

Redes Sociais do nosso tempo

Antes das redes sociais para podermos alcançar um nível tão grande de ampliação na mensagem era possível apenas aos grandes veículos comunicadores como jornais, televisão e rádio.  Agora com as Redes Sociais toda a função de interação causou mudanças na maneira como nos interagimos no ato  de publicar, vender, pronunciar e se relacionar de tal maneira que nunca vimos antes na história da humanidade e quanto mais cedo aprendermos a lidar com as consequências e benesses será melhor.

Aprendendo a se relacionar em novos tempos

Para que possamos aproveitar a plenitude de podermos estar mais perto (mesmo que digitalmente) de outras pessoas na internet, estamos aprendendo novas formas de como se posicionar referentes aos assuntos, compartilhamentos e imagens que estão em nossa frente, fazendo que as nossas intenções sejam explicitadas através de curtições, acessos e cliques. Para tanto, vejamos que isso trouxe um sentimento de que precisamos estar conectados mesmo quando não o queremos, fazendo que a desconexão se torne logo depois um novo motivo de conexão através de pensamentos e ações que você irá divulgar aos que conhece dentro da sua estrita rede. Não adianta fugirmos desse novo mundo e achá-lo que estamos perdidos porque crianças preferem tablets à bicicleta, tudo tem o seu tempo, afinal grupos de ciclistas na internet existem aos montes e sempre continuará existindo. Haverá sempre pessoas que auxiliarão outros que desejam saber mais informações e você estará lá pra auxiliar em algo, tornando o mundo mais conectado de uma maneira cada vez mais profunda, ampliando o pensamento coletivo. Pense nisso!

 

A Revolução das Redes Sociais e a Internet Brasileira nos Manifestos

É quase unanimidade o assunto sobre as Manifestações Populares Brasileiras e Movimentos das Ruas em torno da projeção que em grande parte começou através das Redes Sociais como Facebook,  Twitter entre outros. A intenção deste texto é analisar a visão profissional das comunicações que a população em geral, internet, imprensa e governo obtiveram nestes aspectos.

Revolução Redes Sociais

Revolução Digital na Internet e Redes Sociais

A Redes Sociais e a internet já se tornaram em grande parte a pauta de conversas dos Brasileiros, sobretudo em relação aos jovens. Com isso é normal que as mídias tradicionais utilizem esse apelo para saber conversar melhor com esse público. Mas é preciso relembrar que a Internet surgiu a partir de pesquisas militares nos períodos áureos da Guerra Fria na década de 60,  ou seja,  ainda é uma invenção recente para os nossos dias.   As Redes Sociais ainda são mais novas no seu uso para a comunicação e estão tomando destaque em todas as classes sociais,  pois a tecnologia de hoje permite que elas sejam acessíveis  para boa parte da população.

O que o Facebook, Youtube e o WordPress tem a ver com a Revolução?

Antes mais nada é preciso analisar atentamente os canais que são usados nas Redes Sociais, diferente da Mídia Tradicional hoje as pessoas é que se tornaram os seus próprios canais, vide o Youtube que possui uma série de pessoas que utilizam-se de Vlogs,  Blog de vídeos para transmitir conteúdos, ideias e produções em geral. Os mais conhecidos são PC Siqueira, Cauê Moura, Kéfera, Felipe Neto entre outros.



A partir destes Canais houve uma mobilização para o público que seguem essas pessoas em seus perfis e os mesmos postam e compartilham no Facebook, Twitter as ideias transpassadas de um modo geral, uma consciência dos assuntos que deveriam ser destaque da nação sobre os investimentos necessários. Muitas vezes o público da Internet não entende o ritmo devagar com que as instituições levam os assuntos para o ‘‘mundo offline” com burocracia.  Por um bom tempo houve um paradigma do que estava online e o que realmente acontecia na vida real. Os Protestos começaram como uma forma de debate e interações de ideias que se formaram nos Grupos de Facebook, vídeos do Youtube e no compartilhamento de imagens de Páginas ou em Blogs que utilizam o sistemas de CMS (Content Manage System)  inclusive o Blog do Planalto do Governo Brasileiro ( Veja aqui) utiliza-se da Plataforma de Software Livre WordPress a  mesma da qual trabalhamos para os Clientes da Corporação Ideias.

Apoio da Internet através de Imagens, Compartilhamentos e Hashtags  “#”

Alguns sites, se passaram como ‘hubs’  – Hub (do Inglês, “transmitir”) ou concentrador de ideias referentes ao momento em que o país discute razões de extrema importância para o seu futuro, tais como as notícias, informações de passeatas e concentrações e os conteúdos de reflexões e humor,  mas nunca perdendo a essência do que sempre foi a internet;  a liberdade de expressão.

Neste site de Categorias Variadas o Melhor que Bacon’ contém uma listagem de grupos do Facebook onde houve protestos e informações relacionadas, é só estar logado com o seu Facebook para ter acesso as concentrações e talvez até em sua cidade poderá haver um grupo de discussão relacionado. Em Foz do Iguaçu as conversações se deram no Grupo Marcha em Apoio à Revolta da Salada.

Tutorial Spray Pimenta Não Salvo

O Blog do Não Salvo, apostou no movimento tratando do assunto relacionado ao uso de Vinagre nas manifestações para se defender do Spray de Pimenta. Clique para Aumentar a Imagem.

Foram muitos outros posts relacionado ao movimento no blog do Não Salvo,  inclusive onde é possível ver os melhores cartazes utilizados nos protestos. Muitas outras páginas aproveitaram para apoiar o movimento da sua maneira, como é possível ver com a Página do Bode Gaiato que conta com mais de 1,5 milhões de pessoas.

Bode Gaiato

‘Junim’ e sua Família do Bode Gaiato – Clique na Imagem para ver maior

Apesar dos protestos bem humorados,  houveram grupos que utilizaram a internet para atos radicais de invasão como foi o caso da  conta de Twitter da Veja que foi invadido pelo Grupo https://twitter.com/AnonManifest

Invadido

Repassando informações verdadeiras.

Mas é preciso atenção ao que se posta na internet, apesar das pessoas utilizarem seus perfis para expressar a indignação e seus anseios, é preciso estar atento com o que se repassa como informação verdadeira,  inclusive na internet circula uma foto de Mark Zuckerberg criador do Facebook apoiando a Hashtag #ChangeBrazil mas a foto não passa de uma montagem,  aconteceu o mesmo com outras fotos de celebridades.

mark-facebook-montagem

Montagem da Foto do Criador do Facebook

Portanto é importante lembrar da regra de ouro dos jornalistas e que agora serve para o nosso dia-a-dia; sempre deve checar a fonte da informação para que não ocorra enganos,  porque muitos podem utilizar desse meio para enganar e provocar mal entendidos o que faz da internet um local onde as pessoas ainda não confiam,  por isso é dever dos responsáveis pelas comunicações desmitificar atos deste nível e abusos para que a Internet se torne um local seguro para informações, compras e negociações e movimentos.

O Levante de opiniões e qual é o rumo das Redes Sociais.

Estes acontecimentos servem mais uma vez para mostrar que o caminho da internet é sem volta, ou seja, será preciso que o cidadão de toda a classe social tenha acesso ao tipo de informação que ele mesmo busque de maneira mais isenta possível. As Redes Sociais que muitas vezes foi taxada de comunicação alternativa entra de vez no cotidiano das pessoas informando, espalhando ideias e negócios para o mundo todo ou apenas para a sua cidade.

Cabe aos governantes e  a sociedade estudar seriamente estes novos meios de comunicação, como é foi caso do Governo Brasileiro que poderia ter soltado alguma nota em seus canais para atingir o ponto central onde as discussões estavam sendo formadas: As Redes Sociais e o gerenciamento de crise. Mas apenas quase dois dias depois, um vídeo da presidente sobre o incidente é colocado no Blog da presidência pelo canal do Palácio do Planalto no Youtube .

Inclusive o perfil Dilma Bolada que é uma sátira de sucesso da Presidente Dilma na internet se atualizou dos dados em tempo real aproveitando os momentos para postar, não seria o caso dos Governantes olharem este aspecto e entenderem de uma vez esse novo contexto de comunicação e a forma de conseguir chegar aos pontos chaves da conversação e da vontade do povo?

A internet se transforma em um grande referendo, onde perguntas e enquetes são respondidas em tempo real auxiliando empresas, pessoas e governantes a terem acesso aos reais anseios de uma massa sem a necessidade de levantar fundos grandiosos. É assim através de uma conversa informal, entre imagens de humor e vídeos e assuntos variados que deve estar o posicionamento para descobrir como chegar mais perto do povo, mesmo que de maneira digital porque o que começou em grupos digitais se transformou nisso aqui:

Foto: Fabio Motta/Estadão, Oscar Scheepstra

Milhares se reúnem após convocações populares em Redes Sociais – Foto: Fabio Motta/Estadão, Oscar Scheepstra

As Redes Sociais entraram de vez na maioridade da internet (mais de 18 anos) e os Brasileiros deixaram pra trás o aspecto largado das brincadeiras para buscar melhorias e amplitude em suas vozes através dos canais da internet.

Matheus, um brasileiro mostrando qual é o futuro das Redes Sociais

Matheus, um brasileiro mostrando qual é o futuro das Redes Sociais

O futuro dessa comunicação é vivo e está sempre mudando e isso o que a faz tão interessante, portanto junte-se as ideias e expresse as suas através dos contatos e os canais disponíveis. Todos terão os seus direitos de réplica, tréplica e muito mais, desde que o faça com respeito as outras pessoas.

Interatividade e Conectividade – Sociedade em rede e economia criativa

Tive o grande prazer de conhecer o Professor Gil Giardelli, no 3º Seminário Desafios do Crescimento: Interatividade e Conectividade realizado pelo SEBRAE – PR em Foz do Iguaçu. Também estavam na Palestra André Telles e Alexandre Kavinski demonstrando para os empreendedores e participantes o conhecimento da Era Digital. A qualidade do conteúdo foi de extrema importância e portanto resolvi colocar aqui um pouco do que foi debatido no Seminário. Se estiver afim de bons conteúdos sigam os feras aqui em suas redes sociais:

Alexandre Kavinksi (Informações e dicas sobre SEM (SEO e Links Patrocinados). CEO da i-Cherry)

André Telles (Diretor da agência de Inovação 4 one. Fundador da Mentes Digitais. Professor – Palestrante – Mentor de Startups. Autor de 3 livros sobre Marketing Digital.) 

Gil Giardelli (Autor do livro Você é o que você Compartilha, Gaia Creative, Professor @ESPM e @FundacaoFIA Criador dos @InovadoresESPM, Colunista @vocesa e 4 TEDXspeaker)

Gil Giardelli @crevilaro

Dando uma de fã com o Professor Gil, hehe!

Também no momento da palestra fui comentando alguns pontos interessantes, é só analisar e se quiser dar o seu pitaco sobre o assunto coloque no Twitter #FozConect

Também logo abaixo dos tweets, estão os Slides da Palestra do Gil Giardelli que foram muito bons para a reflexão do pessoal, espero que curtam o conteúdo!


Vamos escolher o que vai ser!

Escolha

Seguir a sua paixão e realizar todos os seus desejos são os mantras dos dias em que vivemos hoje. Com uma solução que se chama internet disponível 24 horas por dia nos fornecendo entretenimento e informação acabamos nos esbarrando com os mais variados tipos de conselhos de como levar a sua vida e o seu trabalho. De certa forma isso é interessante, ou seja, vários pontos de vistas para  estudar e adequar ao seu estilo de vida ou profissão, mas com a ressalva de que é importante se decidir por si próprio e com o consentimento e compartilhamento alheio.

Ter uma mega empresa,  fazer sucesso na internet ou ser bem sucedido e conhecido por todos pelas suas ideias talvez não seja o  método mais eficaz de reconhecer a si mesmo e os valores internos que nos rodeiam.  Apesar de vivermos uma era de exposição em que nossas ações são compartilhadas, aprovadas e comentadas em tempo real isso pode gerar uma ansiedade para que sejamos felizes e bons em todas as situações com um enorme ruído externo que isso provoca.

O Renascentismo Moderno.

Na história chamou-se “Renascimento” em virtude da redescoberta e revalorização das referências culturais da antigüidade clássica, que nortearam as mudanças deste período em direção a um ideal humanista e naturalista. O termo foi registrado pela primeira vez por Giorgio Vasari já no século XVI, mas a noção de Renascimento como hoje o entendemos surgiu a partir da publicação do livro de Jacob Burckhardt A cultura do Renascimento na Itália (1867), onde ele definia o período como uma época de “descoberta do mundo e do homem”.3 (Fonte Wikipédia)

Vivemos uma nova forma renascentista de olhar o mundo através das telas de nossos Smartphones, tablets, notebooks e nada será como antes.  A história da humanidade sempre trouxe mudanças através dos questionamentos para onde estaremos indo e agora com todas as ideias que saem de todos os cantos do mundo por todo momento, as várias opiniões, discernimentos e tutoriais sobre como fazer a trajetória de nossas vidas em estilos indefinidos nos forma uma extensa conexão ramificada do meio coletivo de pensar na internet.

Este texto não se refere a uma solução final,  mas sim sobre uma reflexão em torno dessa busca que fazemos todos os dias e nas escolhas que são realizadas em um mundo que oferece cada vez mais opções e estilos de vida e junto com elas todas as aprovações coletivas de opiniões emitidas para si mesmo e principalmente pelo o que você decidir compartilhar aos outros, que irão curtir através dos posts divulgados as escolhas e decisões mostradas em sua timeline.  Você pode dar a sua ideia, escrever um livro, trabalhar no Haiti, viver de trocas, criar um look do dia ou montar um aplicativo do qual solucione um grande problema mundial; e o que é preciso para que isso aconteça? E a pergunta mais importante: Isso é realmente preciso acontecer?

Fica aqui mais uma vez a chance da escolha e opinião,  portanto compartilhe, curta, decida-se ou NÃO!

 

Ser algo interessante!

As pessoas estão atravessando transformações em seus relacionamentos com as tecnologias, como nunca antes em suas vidas. Desejar um feliz aniversário pelo Facebook,  enviar um orçamento por e-mail já são coisas triviais em nosso dia a dia e que nos auxiliam para poder alcançar mais pessoas em nossos relacionamentos comerciais, familiares e outros. Então existem maneiras de tornar o seu cotidiano mais leve e poder compartilhar com as pessoas os seus desejos, gostos e trabalho. É muito importante e legal que uma pessoa que tenha conhecimentos específicos de algum assunto auxiliar outras pessoas que procuram essa informação.  Vejamos isso,  eu gosto muito de poder contar com amigos que trabalham no Turismo para poder me manter informado sobre assuntos da área; como viagens, roteiros entre outros. Então você pessoa, profissional ou instituição aumente os seus contatos digitais para poder auxiliar seus amigos ou amigos dos amigos para soluções que você já conheça!

Você tem diversos canais e maneiras para começar a fazer isso pelas suas Redes Sociais, auxiliando pessoas para um objetivo maior, veja este exemplo do Twitter:

Projeto SalvaCão
@projSalvaCao
Iniciativa de um grupo de amigos que se uniram para cuidar de animais das ruas.

http://www.projetosalvacao.org/

E temos muitos outros exemplos de como a Internet pode conseguir resultados para seus objetivos. Existem empresas que podem aliar a sua marca com projetos que realmente ajudam a criar sustentabilidade e inovação de maneira simples e sem burocracia.

Para começar é sempre recomendável começar seu projeto de maneira livre,  indicamos ferramentas nas quais você pode confiar para começar o seu projeto na internet de maneira simples e fácil.  Seja pela sua Rede Social, depois seu site, blog e o que mais puder aprender.

O HostFoz oferece planos super em conta para abrir seu site,  e começar a ter conhecimento das ferramentas e assim por conta própria começar a fazer o seu conteúdo e ter um lugar para guardar a suas ideias.

Este é o site da empresa:

http://hostfoz.com.br/

Depois de dar o seu primeiro passo é ir atrás de informações, existe o Youtube, Google,  sites de Tutoriais no quais você aprenderá a configurar seu site.

Considerações finais:

Para ser interessante é preciso ter algo a dizer,  por isso comece a compartilhar já!

Até mais,  deixe seu comentário!

Como Humanizar a Tecnologia?

Como humanizar a Tecnologia

Imagine que neste momento este texto está sendo escrito através de um Aplicativo no smartphone em um serviço de Cloud Computing que automaticamente guarda os dados que são feitos pelo sinal wi-fi do modem na internet. Então apesar de toda essa tecnologia disponível em nossos dias, ainda utilizamos todo este conhecimento para o mesmo fim: As Pessoas.  A cada dia que passa isso se torna cada vez mais claro,  pois veja o nosso exemplo; Estou usando todo este aparato para contar com a sua atenção, leitor que provavelmente estará lendo este arquivo direto do seu computador. Vejamos a seguinte situação: Eu não sou a única pessoa que interage através desta grande rede, você aí do outro lado é responsável por isso também e todos nós precisamos ter uma grande missão neste século que é Humanizar a Tecnologia e a nossa comunicação humana. Para tal trabalho é necessário criar formas que consigam adaptar toda a nossa humanidade através de Dados e Bits e também conciliar com as várias gerações de pensamentos que convivem juntas neste presente século. Temos várias ferramentas que tornam as pessoas em leads e informação, mas que ainda assim exige contato humano rápido e direto nas 24 horas do dia para realizarem os seus desejos, resolver seus problemas e muitas outras questões das interações humanas que agora são feitas na internet. Vamos criar uma relação harmoniosa com todos esses gadgets que nos fazem ser conectados ainda mais uns com os outros, repare nisso; estamos descobrindo como ser humanos novamente através da tecnologia.  Essa é a mesma caminhada que fazemos desde o começo da humanidade,  mas agora os paradigmas e questionamentos são totalmente diferentes e muita coisa está por vir.  E você o que está fazendo para humanizar a tecnologia?

 

O fim das coisas

 Bendito quem inventou o belo truque do calendário, pois o bom da segunda-feira, do dia 1º do mês e de cada ano novo é que nos dão a impressão de que a vida não continua, mas apenas recomeça…

        Mario Quintana

Fala-se muito no fim do ano,  fim do mundo entre outras coisas,  é importante salientar no dever de compreender que o renascimento faz parte da trajetória, não há possibilidade do fim sem um recomeço e é isso o que fazemos todos os anos. É preciso desconstruir, desconectar e reaprender para adquirir a consciência de que é necessário finalizar para novamente começar. Mas dificilmente conseguimos nos dar conta porque estamos passando a cada minuto por este processo de começar novamente em vários níveis de etapas. Isso acontece na vida pessoal e em seu trabalho, portanto analisar, criar e visualizar o seu passo é certamente um caminho que o levará para a próxima etapa mais preparado para as situações, sejam de quais tipos elas forem, não existem mais barreiras e limites para a mudança, fique esperto pois está mudando tudo rápido. O fim das coisas é para que você perceba o que deve ser finalizado,  só que mas importante é saber como recomeçar novamente e para isso temos o calendário para lhe dizer,  hoje é o dia 01.

Boas reflexões para o seu fim de ano e todas as  outras coisas.            

Obs: Desconectado do dia 18/12/12 até Janeiro de 2013.  Dúvidas no contato.